Ir para o conteúdo Pule para a navegação principal Pular para o rodapé

Conheça termos utilizados no mercado e suas definições:

A

GlossárioDefinição
AçãoUma ação está para uma sociedade anônima assim como uma cota para uma empresa limitada. Investidor se torna proprietário da empresa, juntamente com outros investidores.
AcionistaQuando um investidor decide comprar ações de uma determinada empresa, ele se torna acionista da desta empresa, ou seja, ele passa a ser dono de um pedaço da companhia, mesmo que este pedaço seja pequeno. Assim, um acionista não é um credor da companhia, mas um co-proprietário com direito aos lucros e com responsabilidade junto aos prejuízos.
Ações PreferenciaisSão um tipo de ações que oferecem preferências ou vantagens que podem consistir em: (i) prioridade na distribuição de dividendo, fixo ou mínimo; (ii) prioridade no reembolso do capital; ou (iii) acumulação das preferências e vantagens citadas em (i) e (ii).
Ações OrdináriasConferem ao acionista o direito de voto em assembleias gerais.
Acordo da BasiléiaAcordo firmado entre banqueiros, em Basileia, na Suíça, que teve por finalidade fortalecer os sistemas financeiros mundiais, por meio da adoção de práticas de controle de riscos.
ADR (American Depository Receipt)Certificado de propriedade (recibo) emitido por um banco americano que representa propriedade indireta de um certo número de ações de uma empresa estrangeira específica que são mantidas em depósito (custódia) no país de origem da empresa.
Agência de FomentoConcessão de financiamento de capital fixo e de giro associado a projetos no país.
Agentes Autônomos de InvestimentoAgentes Autônomos de Investimento pessoa física ou jurídica que tem por atividade a distribuição e a mediação de títulos e valores mobiliários, conforme Instrução CVM no. 434/2006. BC e CVM
Administradora de ConsórcioA administradora de consórcios é a pessoa jurídica prestadora de serviços com objeto social principal voltado à administração de grupos de consórcio, constituída sob a forma de sociedade limitada ou sociedade anônima.
Asset managersEmpresa gestora de recursos de terceiros.
Associações de Poupança e EmpréstimoAssociações sem fins lucrativos para a construção ou aquisição da casa própria.
Atas das Reuniões do COPOMEmbasado no cenário desenvolvido na reunião, o Copom toma sua decisão, a respeito da taxa de juros básica da economia brasileira, que é comunicada verbalmente ao mercado no final do segundo dia da reunião. Oito dias depois, divulga-se uma ata, que é muito esperada pelo mercado
AtivosPapéis que compõem a carteira do fundo.

B

GlossárioDefinição
b.p: “b.pBasic Points ou Ponto Base.
B3Fruto da combinação entre a BM&FBOVESPA e a Cetip, nasce a B3, uma empresa maior do que a soma das partes. Uma companhia de infraestrutura de mercado financeiro de classe mundial. Com portfólio diversificado de produtos e serviços, a B3 chega para potencializar oportunidades de negócios em um ambiente de mercado dinâmico, desafiador e competitivo em escala global.
Banco Central do Brasil – BC ou BACENAlém de responsável pela política monetária do país, o BC é o órgão executivo central do SFN, responsável pela fiscalização e pelo cumprimento das disposições que regulam o funcionamento do sistema, de acordo com as normas expedidas pelo CMN.
Banco de Compensações Internacionais – BISEstabelecido em 1930, o BIS é de propriedade de 60 bancos centrais, representando países de todo o mundo que juntos respondem por cerca de 95% do PIB mundial. Sua sede é em Basileia, na Suíça e tem dois escritórios de representação: na RAE de Hong Kong e na Cidade do México.
Banco de DesenvolvimentoInstituições públicas que visam a promover o desenvolvimento econômico e social da região onde atuam.
Banco de InvestimentoSua principal função é intermediar recursos de médio e longo prazos para financiamento de capital fixo ou de giro das empresas.
Banco do BrasilBanco múltiplo que opera também como agente financeiro do governo federal, principalmente na execução da política oficial de crédito rural. É também responsável pela Câmara de Compensação de Cheques e Outros Papéis.
Banco MundialInstituição de desenvolvimento, cuja atividade é a promoção do crescimento e desenvolvimento econômico nos países em desenvolvimento. Suas fontes de recursos são cotas de capital e a emissão de títulos no mercado internacional. Seus tomadores potenciais são países em desenvolvimento.
Bancos ComerciaisConstituem a base do sistema monetário, proporcionando o suprimento de recursos necessários para financiar, a curto e médio prazos, pessoas físicas e jurídicas.
Bancos Múltiplos com Carteira ComercialPodem ter simultaneamente carteira comercial, de investimento, de crédito imobiliário, de aceite e de desenvolvimento e leasing.
Bancos Múltiplos sem Carteira ComercialBancos Múltiplos sem Carteira Comercial Banco Múltiplo conforme descrito anteriormente, porém sem carteira comercial. BC
BNDES (lil Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)É a instituição responsável pela política de investimentos de longo prazo do governo federal e principal instituição financeira de fomento do país, por meio de fundos e programas especiais de fomento direcionados a compras de máquinas e equipamentos, bem como exportação.
Bonds (ou Notes)São títulos do mercado externo, cujos prazos de emissão são mais longos.
Brazilian Depository Receipts {BDR)Recibos de empresas estrangeiras que representam uma quantidade x de ações, emitidos no Brasil por empresas estrangeiras.

C

GlossárioDefinição
Caixa Econômica Federal {CAIXA)Além de se equiparar aos bancos comerciais em vários aspectos, pois capta e empresta recursos, a Caixa concede empréstimos e financiamentos a programas e projetos nas áreas de habitação, assistência social, saúde, educação, trabalho, transportes urbanos e esportes. Detentora dos direitos de administração dos recursos do FGTS, tem também a competência de vender bilhetes de loteria.
Caixas EconômicasFaz parte do sistema brasileiro de poupança e empréstimo e do sistema financeiro da habitação, além de administrar os recursos do FGTS.
Câmbio FlutuanteÉ o sistema em que as operações de compra e venda de moedas funcionam sem controle sistemático do governo. O valor das moedas estrangeiras flutua de acordo com a oferta e a demanda no mercado.
Carteira de InvestimentosUma carteira de investimentos é um grupo de ativos que pertence a um investidor, pessoa física ou pessoa jurídica. Estes ativos podem ser ações, fundos, títulos públicos, debêntures, aplicações imobiliárias, entre outros.
Carteiras de Investidores EstrangeirosCarteira de investimento de investidores não residentes no país.
CDBO Certificado de Depósito Bancário é um título de captação de recursos emitido pelos bancos. Este título gera funding para o banco, para serem emprestados aos clientes.
CDIO CDI – Certificado de Depósito lnterbancário é um título de emissão de instituições financeiras, utilizados no mercado interbancário.
Certificado de Recebíveis Imobiliários – CRICRI é um título de crédito nominativo de livre negociação, lastreado em créditos imobiliários, e constitui promessa de pagamento em dinheiro. O CRI é de emissão exclusiva das companhias securitizadoras.
Clubes de Investimento em AçõesCondomínio de pessoas com o objetivo específico de investimento em ações.
Clubes de Investimento em AçõesCondomínio de pessoas com o objetivo específico de investimento em ações.
Comercial Paper / Commercial Papers / Notas PromissóriasSão títulos de dívida privada, emitidos por grandes empresas, com prazo entre 30 e 360 dias para as S.A. de capital aberto e de 180 para as de capital fechado. Assim como as debêntures, sua emissão prescinde de autorização prévia da CVM e podem ser vendidas com ágio ou deságio.
Comissão de Valores Mobiliários {CVM)A CVM é uma entidade autárquica em regime especial, vinculada ao Ministério da Fazenda, com personalidade jurídica e patrimônio próprios, dotada de autoridade administrativa independente, ausência de subordinação hierárquica, mandato fixo e estabilidade de seus dirigentes, e autonomia financeira e orçamentária.
Comitê da BasiléiaComitê que exerce o papel, juntamente com outras organizações interessadas, de monitorar o progresso dos países na implantação dos princípios da Basiléia.
CommoditiesAs commodities – ou commodity, no singular – é uma expressão do inglês que se difundiu no linguajar econômico para fazer referência a um determinado bem ou produto de origem primária comercializado nas bolsas de mercadorias e valores de todo o mundo e que possui um grande valor comercial e estratégico. Geralmente, trata­-se de recursos minerais, vegetais ou agrícolas, tais como o petróleo, o carvão mineral, a soja, a cana-de-açúcar e outros.
Companhias HipotecáriasInstituições voltadas para financiamento destinado a produção, reforma ou comercialização de imóveis.
Conselho de Gestão da Previdência Complementar CGPCO Conselho de Gestão de Previdência Complementar (CGPC) foi um órgão integrante do Sistema Financeiro Brasileiro que era vinculado ao Ministério da Previdência Social e possui a função de normatizar e coordenar as atividades das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (conhecidas como fundos de pensão). Também cabia ao CGPC julgar, em última instância, os recursos interpostos contra as decisões da extinta Secretaria de Previdência Complementar – SPC.
Conselho Monetário Nacional {CMN)É o maestro de todo o SFN. Tem funções normativas, sendo responsável pela fixação das diretrizes das políticas monetária, creditícia e cambial. É composto pelo ministro da Fazenda, que atua como presidente do órgão; pelo ministro de Planejamento, Orçamento e Gestão; e pelo presidente do BC, repassando as funções executivas para os seguintes órgãos: BC, CVM, Susep e SPC.
Conselho Nacional de Seguros Privados – CNSPÓrgão responsável por fixar as diretrizes e normas da política de seguros privados; dentre as funções do CNSP estão: regular a constituição, organização, funcionamento e fiscalização dos que exercem atividades subordinadas ao SNSP, bem como a aplicação das penalidades previstas; fixar as características gerais dos contratos de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro; estabelecer as diretrizes gerais das operações de resseguro; prescrever os critérios de constituição das Sociedades Seguradoras, de Capitalização, Entidades de Previdência Privada Aberta e Resseguradores, com fixação dos limites legais e técnicos das respectivas operações e disciplinar a corretagem de seguros e a profissão de corretor.
Conta Garantida Conta com limite de Crédito
Cooperativas de CréditoInstituições sem fins lucrativos que oferecem crédito aos seus cooperados.
Copo – Comitê de Política Monetária do Banco CentralO Comitê de Política Monetária (Copom) é o órgão decisório da política monetária do Banco Central do Brasil (BCB), responsável por estabelecer a meta para a taxa básica de juros, que no Brasil é a taxa Over-Selic, ou taxa Selic.
CorrentistaAquele que mantém conta bancária em um banco.
CPMFA Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) foi uma cobrança que incidiu sobre todas as movimentações bancárias – exceto nas negociações de ações na Bolsa, saques de aposentadorias, seguro­desemprego, salários e transferências entre contas correntes de mesma titularidade – e vigorou no Brasil por 11 anos.

D

Glossário Definição
DebêntureDebênture é um título emitido por sociedades anônimas, representativo de parcela de empréstimo contraído pela empresa emitente com o investidor, a médio ou longo prazo, garantido pelo ativo da empresa. Título de renda fixa de longo prazo, emissão de empresas. Investidor torna-se credor da empresa.
Depósito CompulsórioO depósito compulsório é uma das formas que o Banco Central (BC) tem para controlar a quantidade de dinheiro na economia. O compulsório obriga os bancos a depositar parte dos recursos captados dos clientes, via depósitos à vista, a prazo ou poupança, numa conta no BC.
Dívida Externa BrasileiraPara financiar seus deficits, o governo brasileiro, assim como as empresas, toma recursos emprestados fora do Brasil, estabelecendo uma dívida com credor externo.
Dívida Líquida do Setor PúblicoSoma dos compromissos menos os recursos que prefeitura, estados, União e suas estatais têm a receber de bancos, organismos internacionais e outras entidades. A dívida líquida reflete tudo o que os três níveis de governo devem menos o que têm a receber.
DOCDOC é uma forma de pagamento e transferência de dinheiro entre contas bancárias de diferentes bancos. DOC é a sigla para “Documento de ordem de crédito” e é um serviço regulamentado pelo banco central e oferecido por todos os bancos.
Depository Receipts (DR)São recibos que representam uma quantidade de ações predeterminada, emitidos fora do país onde a empresa tem suas ações negociadas.

E

GlossárioDefinição
Entidades Abertas de Previdência PrivadaEncontram-se abertas a todo indivíduo que deseje obter uma complementaridade de aposentadoria.
Entidades Fechadas de Previdência PrivadaSem fins lucrativos, têm por objetivo administrar planos de previdência complementar para uma empresa.
Eurobonds (Euronotes)São títulos de renda fixa denominados em dólares americanos ou em outra moeda e vendidos a investidores fora do país, cuja moeda é usada.

F

GlossárioDefinição
FGTSO Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho. No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.
FMI – Fundo Monetário internacionalO Fundo Monetário Internacional (FMI) é uma agência especializada das Nações Unidas que foi concebida na conferência de Bretton Woods, New Hampshire, Estados Unidos, em julho de 1944. O FMI trabalha para promover a cooperação monetária global, garantir a estabilidade financeira, facilitar o comércio internacional, promover o alto nível de emprego e o crescimento econômico sustentável e reduzir a pobreza em todo o mundo.
Fundos de InvestimentoFundo de Investimento é uma modalidade de investimento coletivo. Existem diversos tipos de fundos e, muitos deles, são registrados na CVM e regidos pelas regras da Instrução CVM 555 (norma substituidora da Instrução CVM 409), como, por exemplo, os fundos de renda fixa, de ações e multimercado.
Fundos MútuosCondomínio de pessoas físicas ou jurídicas que tem por objetivo investir recursos.

G

GlossárioDefinição
Global BondsSão os os papéis da dívida brasileira emitidos pela União.
Global Depository Receipt (GDR)São recibos que representam uma quantidade de ações predeterminada, emitidos fora do país onde a empresa
Global Depository Receipt (GDR) tem suas ações negociadas. O GDR é lastreado em muitos mercados ao redor do mundo. Tem, portanto, maior
abrangência que o americano.
GlobalizaçãoA globalização é um processo de integração social, econômica e cultural entre as diferentes regiões do planeta.

H

GlossárioDefinição
HedgeParticipante do mercado futuro. Procura proteção quanto à oscilação de preços futuros.

I

GlossárioDefinição
InflaçãoA inflação, tecnicamente, é representada por um índice que mede como os preços, de maneira geral, estão
variando na economia. Essa variação é representada em porcentagem e diz respeito à média dos preços em
determinado período.
IOFÉ o Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários. São
contribuintes do IOF as pessoas físicas e as pessoas jurídicas que efetuarem operações de crédito, câmbio e
seguro ou relativas a títulos ou valores mobiliários.

J

GlossárioDefinição
Joint-venturesNo mercado, o termo se consolidou como definição de um negócio que é gerado a partir da associação,
especificamente, de duas pessoas jurídicas para explorar um determinado setor.

L

GlossárioDefinição
LastroEm Economia, é a garantia implícita de um ativo. O conceito de lastro é utilizado para determinar o valor real das
moedas,[1] no sentido de que o lastro é equivalente às riquezas de um país, cuja moeda pretende representar.

M

GlossárioDefinição
Mercado SecundárioÉ o local onde os investidores negociam e transferem entre si os valores mobiliários emitidos pelas companhias. Nesse mercado ocorre apenas a transferência de propriedade e de recursos entre investidores. A companhia não tem participação. Portanto, o mercado secundário oferece liquidez aos títulos emitidos no mercado primário.
Mercado a TermoUma operação a termo é a compra ou venda, em mercado, de uma determinada quantidade de ações, a preço fixado, para liquidação em prazo determinado (no futuro), a contar da data de sua realização em pregão, resultando em um contrato entre as partes.
Mercado primárioO mercado primário é aquele em os valores mobiliários de uma nova emissão da companhia (ou governo) são negociados diretamente entre a companhia (ou governo) e os investidores – subscritores da emissão-, e os recursos são destinados para os projetos de investimento da empresa ou para o caixa.
Metas Inflacionárias (inflation Target em Inglês)É a meta fixada pelo governo na qual a inflação deve estar.

N

GlossárioDefinição
NasdaqBolsa eletrônica americana.
Notes (ou Bonds)Novo Mercado é um segmento de listagem destinado à negociação de ações emitidas por empresas que se comprometem, voluntariamente, com a adoção de práticas de governança corporativa e níveis de transparência adicionais em relação ao que é exigido pela legislação brasileira.
Novo MercadoNovo Mercado é um segmento de listagem destinado à negociação de ações emitidas por empresas que se comprometem, voluntariamente, com a adoção de práticas de governança corporativa e níveis de transparência adicionais em relação ao que é exigido pela legislação brasileira.
NyseBolsa de Valores de Nova York.

P

GlossárioDefinição
PassivoObrigação (custo a pagar).
Patrimônio LíquidoDiferença entre ativo e passivo
PIB (Produto Interno Bruto)O PIB (Produto Interno Bruto) é caracterizado pelo total de valores contabilizados a partir dos bens e serviços produzidos por regiões, sendo Cidade, Estado ou País, em certo período, que pode ser anual, mensal ou trimestral.
PrejuízoPerda de lucro, certo e positivo, que se deixou de obter.
Princípios Essenciais da BasiléiaSão conjunto abrangente de princípios essenciais para a supervisão bancária eficaz (Os Princípios Essenciais da Basileia, a ser apresentado neste material) e um compêndio (atualizado periodicamente) das recomendações, orientações e normas do Comitê da Basileia, às quais o documento dos princípios essenciais faz muitas referências.

R

GlossárioDefinição
Rentabilidade NominalÉ o valor bruto que seu investimento rendeu em um determinado período.
Reserva BancáriaFormado por: X% sobre o volume que os bancos têm em conta corrente de clientes, Y% sobre o volume da poupança Z% sobre o volume em depósito a prazo {CDB).
Resultado Nominal (Déficit/ Superávit)Resultado primário+ encargos dos juros da dívida nos três níveis.
Resultado Primário (Déficit/ Superávit)Número que revela se os gastos administrados pelo presidente, pelos governadores e pelos prefeitos estão de fato dentro do limite das suas receitas. Nesta conta, não entram o pagamento de juros da dívida. Na realidade, o resultado primário é a diferença entre tudo o que o governo arrecada e o que gasta.
Risco AbsolutoMensurado pela perda potencial em valores monetários. Enfoca a volatilidade dos retornos totais.
Risco BrasilEste risco é a diferença entre a taxa de juros que o investidor exige receber para comprar nossos títulos e o título do governo americano de prazo semelhante. É o prêmio de risco que temos de pagar para colocar nossos títulos lá fora.
Risco não-diversificávelQuando se tem uma carteira de títulos, diz-se que o risco de mercado é aquele em que a diversificação não é capaz de diminuir o risco da carteira. É, portanto, o risco não diversificável, que ocorre devido a fatores extrínsecos ao administrador da carteira.
Risco RelativoRelacionado a um índice de referência. Mede o risco em termos do desvio em relação a este índice.

S

GlossárioDefinição
SEC – Securities and Exchange CommissionÉ uma agência federal criada em 1933, composta por cinco comissionados, que são indicados pelo presidente dos Estados Unidos para cinco anos de mandato. Toda emissão de títulos mobiliários deve ser registrada na SEC. Assim, se uma empresa estrangeira deseja ter seus ADRs negociados nos Estados Unidos, antes de qualquer negociação ela deve obter a autorização da SEC, que exige uma série de informações sobre a companhia.
Serviços de bolsa e balcão organizadoAté meados de 2009, apenas as Corretoras podiam intermediar ações. Hoje, as Distribuidoras também podem comprar e vender valores mobiliários para seus clientes na bolsa, desde que estejam preparadas para essas negociações
Sistema de Pagamento Brasileiro (SPB)Um sistema de pagamentos tem por finalidade transferir recursos, processá-los e liquidá-los para todos os agentes de uma economia. Assim, toda vez que se faz um pagamento que não seja em dinheiro é utilizado um sistema de pagamentos.
Sistema Especial de Liquidação e Custódia – SELICO SELIC destina-se ao registro de títulos e de depósitos interfinanceiros online, em contas gráficas abertas em nome de seus participantes, bem como ao processamento de de operações de movimentação, resgate, ofertas públicas e respectivas liquidações financeiras. Os títulos públicos são aqui liquidados e custodiados.
Sistemas de Liquidação e Custódia {SELIC}O Sistema Especial de Liquidação e de Custódia {Selic), do Banco Central do Brasil, é um sistema informatizado que se destina à custódia de títulos escriturais de emissão do Tesouro Nacional, bem como ao registro e à liquidação de operações com esse.s títulos.
Slipt (ou Desdobramento)Ocorre um split quando uma ação se divide em outras ações. Suponhamos, por exemplo, que o preço de uma ação da empresa X seja R$ 50,00, e a empresa decida fazer um split de um para cinco. Desta forma, o detentor dessa ação passaria a ter cinco vezes a mesma quantidade de ações, com o preço de 1/5 por ação – R$ 10,00 – do valor original.
Sociedade Administradoras de Seguro-SaúdeCombina compra programada (poupança) com sorteios.
Sociedade Corretoras de Títulos e Valores MobiliáriosSociedades Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários Instituições que efetuam principalmente a intermediação financeira nas Bolsas de Valores BC e CVM
Sociedade de Crédito ao MicroempreendedorInstituições com o objetivo de prover um modelo de financiamento, sem assistencialismo, a indivíduos que não têm acesso ao sistema bancário.
Sociedade de Crédito Financiamento e InvestimentoSociedades de Crédito, Financiamento e Investimento Conhecidas como financeiras, sua função é financiar bens de consumo duráveis através de Crédito Direto ao Consumidor.
Sociedades Corretoras de CâmbioOperadoras intermediárias de câmbio.
Sociedades de Arrendamento MercantilSociedades que têm por fim conceder leasing.
Sociedades de CapitalizaçãoCombina compra programada (poupança) com sorteios.
Sociedades de Crédito ImobiliárioSociedades de Crédito Imobiliário Especializada em operações de financiamento imobiliário. BC
Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores MobiliáriosAté meados de 2009, apenas as Corretoras podiam intermediar ações. Hoje, as Distribuidoras também podem comprar e vender valores mobiliários para seus clientes na bolsa, desde que estejam preparadas para essas negociações.
Sociedades SeguradorasOferecem seguros para pessoas físicas e jurídicas.
SpreadSpread bancário é a diferença entre o custo de captação dos recursos e o preço final cobrado do tomador.
Superintendência de Seguros Privados (SUSEP)A SUSEP é o órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro. Autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda, foi criada pelo Decreto-lei nQ 73, de 21 de novembro de 1966.
Superintendência Nacional de Previdência Complementar
{PREVIC)
É uma autarquia de natureza especial, dotada de autonomia administrativa e financeira e patrimônio próprio, vinculada ao Ministério da Fazenda, com sede e foro no Distrito Federal, tendo atuação em todo o território nacional como entidade de fiscalização e supervisão das atividades das entidades fechadas de previdência complementar e de execução das políticas para o regime de previdência complementar operado pelas referidas entidades.
SwapSwap significa troca. É uma troca de um valor mobiliário por outro para, por exemplo, mudar datas de vencimento ou os títulos que estão na carteira do investidor. O swap, ou troca de indexador, é uma das formas de mercado derivativo mais conhecidas.

T

GlossárioDefinição
Taxa de JurosAs taxas de juros por instituição financeira apresentadas nesse conjunto de tabelas representam médias aritméticas das taxas de juros pactuadas nas operações realizadas nos cinco dias úteis referidos em cada publicação, ponderadas pelos respectivos valores contratados. Essas taxas de juros representam o custo efetivo médio das operações de crédito para os clientes, composto pelas taxas de juros efetivamente praticadas pelas instituições financeiras em suas operações de crédito, acrescidas dos encargos fiscais e operacionais incidentes sobre as operações.
Taxa Preferência TemporalEla é formada – na hipótese de um mercado livre, regulado por suas próprias forças – com base nas taxas de preferências temporais dos agentes econômicos doadores de recursos e no retorno esperado dos tomadores , exprimindo a confiabilidade dos agentes com relação ao desempenho da economia.
Taxa SelicA Selic é a taxa básica da economia, que remunera os títulos públicos, bem como os valores da devolução do Imposto de Renda. É nessa taxa que toda a economia se baseia para construir as outras.
TEDA Selic é a taxa básica da economia, que remunera os títulos públicos, bem como os valores da devolução do Imposto de Renda. É nessa taxa que toda a economia se baseia para construir as outras.
TradesRapidez com que o investidor consegue se desfazer daquele ativo, a um preço justo, em condições normais de mercado. É bem verdade que condições especiais de mercado podem interferir na liquidação mais rápida de um ativo, obrigando o investidor a aguardar oportunidades melhores ou a se desfazer do bem a um preço muito abaixo do mercado.

U

GlossárioDefinição
UnderwritingDepartamento de instituição financeira que faz a subscrição de títulos.

W

GlossárioDefinição
World Federation of ExchangesFundada em 1961, a WFE é a associação global da indústria para trocas e câmaras de compensação. A WFE é uma empresa privada limitada por garantia estabelecida no Reino Unido sob o Companies Act de 2006 e opera como uma organização sem fins lucrativos.

*Fonte: Anbima

Voltar ao Topo